Estudo revela que vinho tinto auxilia na saúde intestinal

Estudo revela que vinho tinto auxilia na saúde intestinal
31 de maio de 2017

Que o consumo de vinho tinto traz benefícios a saúde, muitas pessoas sabem. Agora, que ele melhora a saúde intestinal, poucos tem conhecimento. Isso ocorre porque este tipo de vinho, assim como o iogurte, é rico em probióticos responsáveis pela regularização da flora do sistema digestivo.

De acordo com estudo divulgado pelo The American Journal of clinical Nutrition, consumir um copo de vinho tinto por dia aumenta a produção de bactérias benéficas ao funcionamento do intestino. Além disso, o vinho reduz a pressão sanguínea, reduzindo os níveis de triglicérides e do colesterol ruim. Porém o estudo ressalta que o consumo em excesso pode aumentar o nível do ácido estomacal e causar refluxo.

Por isso, consuma com moderação e desfrute de todos os benefícios que essa bebida fantástica pode oferecer. Confira nossa carta de vinhos tintos clicando aqui.

Dicionário do vinho: descubra como os vinhos são classificados
24 de maio de 2017

A carta de vinhos tem um vocabulário próprio. Nomenclaturas criadas por especialistas e que, nem sempre, fazem sentindo para os consumidores. Os vinhos são classificados de acordo com sua classe, cor e teor de açúcar. Para identificar a sua procedência, deve-se observar a data da safra e o nome da uva utilizada em sua fabricação.

Pensando nisso, a Laurentia separou um dicionário para esclarecer alguns termos vinícolas:

 

Classe

 

De mesa – vinho com graduação alcoólica de 10º a 13º com classificado em fino ou nobre, espeicais e frisantes ou gaseificados.

 

Leve – vinho com graduação alcoólica de 7º a 9,9º GL

 

Champagne – resultado de uma segunda fermentação é o vinha espumante com graduação alcoólica de 10º a 13º.

 

Licoroso – vinho doce ou seco com graduação alcoólica de 14º a 18º. Neste tipo também são adicionados álcool potável, mosto concentrado, caramelo e sacarose.

 

Composto – vinho de macerados e concentrado de plantas amargas ou aromáticas, substância de origem animal ou mineral, álcool etíloico potável e açúcares com gradução alcoólica de 15º a 18º. Seus tipos são vermute, quinado, gemado, jurubeba, ferroquina entre outros.

 

Cor

 

Tinto – produzido a partir de variedades de uvas tintas.

 

Rosado – produzido a partir da polpa de uvas tintas, a casca é brevemente separada. O vinho também pode ser produzido pela mistura de vinho branco com tinto.

 

Branco – produzido a partir de uvas brancas ou tintas, a fermentação é feita sem as cascas

 

Teor de Açúcar

 

Seco – possui até 5 gramas de açúcar por litro

 

Demi-sec (meio doce) – possui até 20 gramas de açúcar por litro

 

Suave – possui mais de 20 gramas de açúcar por litro

Requintada e deliciosa: pera no vinho
17 de maio de 2017

O vinho, além de delicioso, é versátil. Assim como serve de bebida, ele também pode ser utilizado como ingrediente em receitas. Que tal aprender a fazer uma pera ao vinho tinto? Sobremesa perfeita para aquele jantar importante.

 

Ingredientes

4 unidades de pera portuguesa

1/2 garrafa de vinho tinto

1/2 xícara (chá) de açúcar

100 gramas de canela em pó

Modo de preparo

Cozinhe as quatro peras, descascadas, no vinho tinto. Adicione o açúcar e a canela, cozinhe por 20 minutos. Recomenda-se servir com sorvete de creme.

Aprenda a harmonizar espumantes
10 de maio de 2017

Assim como os outros gêneros de vinhos, o espumante possui uma grande variedade e isso influencia, diretamente, na hora de harmonizar com os diferentes tipos de comidas. A produção, a variedade de uva e até a quantidade de açúcar são alguns dos principais fatores que influencia na harmonização. Pela sua leveza e refrescância, o espumante combina com comidas leves e sutis.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para não errar na hora de combinar o seu prato com este tipo de vinho:

Na entrada

Opte por espumantes com acidez e leveza na medida para abrir o apetite. A escolha do vinho deve acompanhar o estilo do prato. Em saladas, aposte nos prossecos e em entradas à base de frutas, no seco.

No prato principal

Na combinação com frutos do mar, com molhos mais encorpados, harmonize com um Blanc de Noir. Com carne branca, aposte nos secos mais ácidos. No caso dos pratos com carnes vermelhas e molhos de sabor forte não recomenda-se harmonizar com espumante.

Sobremesas

Na melhor parte da refeição, recomenda-se espumantes mais doces ou demi-sec.

Com essas dicas, temos certeza que irá saborear o espumante muito mais do que apenas no réveillon.

Laurentia é reconhecida como um dos melhores lugares para casamentos no estado
9 de maio de 2017

É com grande felicidade que nós da Laurentia – Vinhedos do Brasil comunicamos que  fomos escolhidos como um dos ganhadores dos Prêmios Zankyou International Wedding Awards em 2017.  Estes prêmios nos reconhecem como um dos melhores locais de Casamento de 2017 no Rio Grande do Sul!

ZIWA é o principal prêmio do mercado de casamentos, em que o reconhecimento é dado pelos próprios profissionais do setor e noivos Zankyou satisfeitos com o nosso trabalho. Estamos muito felizes e orgulhosos! Obrigado a todos pelo apoio e seguiremos assim, trabalhando para oferecer sempre o melhor!

 

Happy Hour da Laurentia Vinhedos do Brasil e Chocolates Suelen Franco na Pink Elephant
4 de maio de 2017